Com a aceleração da atividade económica, o Governo prevê que as receitas com o IUC aumentem 3,3%, face à receita estimada para 2021, para 409,9 milhões de euros, ficando já acima dos 402,4 milhões de euros arrecadados em 2019, no último ano completo antes da pandemia de Covid-19.

O Governo quer atualizar o imposto único de circulação (IUC) em 0,9%, valor da inflação estimada para o próximo ano, de acordo com a proposta de orçamento do Estado para 2022 (OE2022), que foi entregue pelo ministro das Finanças na Assembleia da República, no final da noite desta segunda-feira, 11 de outubro.

No cenário macroeconómico, o Governo prevê que a inflação, medida pelo Índice de Preços no Consumidor (IPC) seja de 0,9% no próximo ano, com o movimento de subida dos preços a desacelerar 0,1 pontos percentuais face à estimativa para 2021.

Com a aceleração da atividade económica, o Governo prevê que as receitas com o IUC aumentem 3,3%, face à receita estimada para 2021, para 409,9 milhões de euros, ficando já acima dos 402,4 milhões de euros arrecadados em 2019, no último ano completo antes da pandemia de Covid-19.

A despesa fiscal com o IUC, ou seja, as receitas tributárias a que o Estado renuncia no âmbito deste imposto, por opção política, deverá cair 20,5%, para 10,1 milhões de euros.

PUB

Pin It

Angra do Heroísmo

Ilha Terceira

Startups

Economia

Notícias Regionais

Outras Notícias

Saúde

Sociedade

Mundo

Tecnologia

Cultura

Desporto