O grupo SATA "atingiu uma retoma interessante de tráfego já em julho", depois de "um primeiro semestre muito difícil, transversal a toda a indústria", devido à pandemia de covid-19, avançou hoje a transportadora aérea açoriana.

Numa nota informativa enviada às redações, a empresa informa que "depois de um 1.º semestre muito difícil, transversal a toda a indústria, o grupo atingiu uma retoma interessante de tráfego já em julho, ao transportar no conjunto da rede de voos oferecidos, cerca de 82% dos passageiros que havia transportado, em julho de 2019, antes da pandemia".

Em nota de imprensa, acerca da operação aérea dos últimos meses (julho e agosto), nas transportadoras do grupo (SATA Air Açores e Azores Airlines), a companhia pública açoriana adianta também que "agosto revelou-se ainda mais animador", já que "o saldo do mês que agora terminou apresentou níveis de tráfego iguais a agosto de 2019".

"A Azores Airlines, que serve rotas domésticas e internacionais, ficou-se apenas a 3% do número de passageiros transportados há dois anos e a SATA Air Açores, que serve as nove ilhas do arquipélago, registou um aumento de 3%, equivalente a mais 3.417 passageiros, quando comparado com 2019", explica a transportadora aérea açoriana.

Em 2020, a operação da SATA, à imagem da globalidade das transportadores aéreas, foi fortemente condicionada pela pandemia de covid-19, tendo a empresa parado a operação durante a maior parte do segundo trimestre.

PUB

CONTINUAR A LER

Segundo a nota de imprensa hoje enviada, numa comunicação dirigida aos trabalhadores das empresas do grupo SATA, o presidente do Conselho de Administração, Luís Rodrigues, "agradeceu o empenho de todos os que contribuíram para o sucesso da operação aérea" da companhia, "na altura de maior pressão para a aviação".

“O caminho que estamos a percorrer é repleto de obstáculos e desafios e está longe de estar completo ou perto do fim. Mas também é feito de vitórias intercalares, que, entre outras coisas, nos reforçam o ânimo para seguir em frente”, frisa o responsável, citado na mesma nota.

Além de destacar que o grupo SATA conseguiu "alcançar níveis de procura muito próximos, ou acima, dos que haviam sido registados, antes da pandemia", o presidente do Conselho de Administração realça que a estes resultados foi possível "acrescentar níveis de pontualidade históricos" por ambas as companhias em 2021, uma vez que "atingem, até à data, o valor de 90%", o que representa "o dobro da pontualidade" registada em 2019.

“Hoje queremos dar os parabéns a todos pela excelente performance que conseguimos entregar naquele que é, historicamente, o momento de maior desgaste para a organização e de ansiedade para os nossos passageiros: Agosto, o pico do verão.” referiu Luís Rodrigues.

Apesar "dos tempos difíceis e ainda incertos que se continuam a viver, o balanço operacional positivo dos últimos meses (e, em particular, no momento do ano em que a operação aérea é posta à prova tendo em conta a maior procura), permite encarar os desafios futuros com reforçado ânimo", lê-se ainda na nota da SATA.

Pin It

Angra do Heroísmo

Ilha Terceira

Startups

Economia

Notícias Regionais

Outras Notícias

Saúde

Sociedade

Mundo

Tecnologia

Cultura

Desporto