Bill Gates anunciou, durante uma visita ao Quénia, que a sua fundação vai investir sete mil milhões de dólares na melhoria da saúde, igualdade de género e agricultura em África.

Onovo compromisso vai ser concretizado nos próximos quatro anos e soma-se ao financiamento atual da Fundação Bill & Melinda Gates para o reforço dos sistemas de saúde no continente.

"Os jovens africanos têm o talento e a oportunidade para acelerar o progresso e ajudar a resolver os problemas mundiais mais urgentes", disse Gates.

O novo financiamento é anunciado quando países na África Oriental e no Corno de África enfrentam a pior seca em décadas.

"Vamos investir em instituições locais e novas colaborações que construam a resiliência de longo prazo necessária para tornar estas crises menos frequentes e menos devastadoras", disse o presidente-executivo da Fundação, Mark Suzman.

Durante a sua visita, Gates visitou centros de prestação de cuidados de saúde primários, alguns dos principais institutos de pesquisa médica e agrícola e quintas de pequenos proprietários.

 

Pin It

SOTERMAQUINAS