A Proteção Civil dos Açores registou seis ocorrências devido ao mau tempo que se fez sentir no arquipélago desde sexta-feira, incluindo uma inundação numa habitação, na ilha Terceira, que obrigou ao realojamento de três pessoas, revelou hoje.

“Houve uma inundação de uma habitação, na Vila de São Sebastião [ilha Terceira]. Após avaliação do Serviço Municipal de Proteção Civil de Angra do Heroísmo, foi decidido proceder ao realojamento dos habitantes [três pessoas]”, adiantou fonte do gabinete de comunicação do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA), por escrito, à Lusa.

No total, a Proteção Civil dos Açores registou seis ocorrências, relacionadas com o mau tempo, entre a noite de sexta-feira e o início da madrugada de hoje, sendo três na ilha do Faial, uma na ilha Terceira, uma na ilha de São Jorge e uma na ilha de São Miguel.

No Faial, registaram-se duas situações de obstrução de vias, por detritos, terra ou vegetação, e uma inundação de uma via.

No concelho da Calheta, em São Jorge, e no concelho da Ribeira Grande, em São Miguel, verificaram-se inundações em habitações, mas sem necessidade de realojamento.

Segundo a Proteção Civil dos Açores, todas as ocorrências “estão resolvidas”, tendo sido necessária a intervenção de bombeiros, serviços municipais de Proteção Civil, Direção Regional das Obras Públicas e Transportes Terrestres e PSP.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) emitiu um aviso amarelo relativo à possibilidade de ocorrência de “precipitação por vezes forte, podendo ser acompanhada de trovoada”, para as ilhas dos grupos oriental (São Miguel e Santa Maria) e central (Terceira, Graciosa, São Jorge, Pico e Faial) dos Açores, que se prolonga até às 17:00 locais (18:00 em Lisboa) de hoje.

O aviso amarelo é emitido pelo IPMA sempre que a situação meteorológica representa risco para determinadas atividades.

PUB

Pin It

Angra do Heroísmo

Diário

Ilha Terceira

Startups

Economia

Notícias Regionais

Cultura