A UMM (União Metalo-Mecânica) é uma empresa metalúrgica e automobilística portuguesa. Foi fundada a 1977, com o propósito de distribuir e fabricar veículos 4x4 para a agricultura, indústria e serviços. A empresa obteve bastante sucesso, e conseguiu lançar uma gama original de modelos todo-o-terreno em várias versões em Portugal e 45 países. Entre 1979 e 1989 foram vendidos 12 166 jipes, dos quais 7778 para o mercado nacional[1].

A Europa e África foram sempre os mercados mais fortes, especialmente a França, Espanha e Angola[1]. Só a França representava um quarto das vendas da UMM.


UMM Alter

O primeiro modelo produzido foi o UMM 490 4x4 modelo curto que foi produzido a partir de 1978. O Exército português foi, aliás, dos primeiros clientes a encomendar o modelo Cournil, depois de, em 1977, ter recebido um exemplar para testes[1]. Logo em 1978 adquire um primeiro lote de 245 jipes, 20 dos quais na versão com canhão sem-recuo de 106 mm. No mesmo ano, a GNR testa um Cournil com resultados satisfatórios e adquire logo um grande número de jipes. Os jipes militares foram usados pelas Forças Armadas portuguesas e da Holanda, Angola, Moçambique, Cabo Verde e até mesmo do Congo. No caso das forças paramilitares, a começar por GNR e Guarda Fiscal, os jipes da UMM chegaram a países como o Zaire e a França.

Em 1986, o modelo UMM Alter foi apresentado. A UMM projetou um novo modelo em 2000 com mecanica evoluida moderna Peugeot CRDI , porém, devido a dificuldades financeiras, não foi possível lançá-lo no mercado, o que resultou na desistência da própria marca no mercado Português.

 

A empresa portuguesa FMAT haveria também de deixar de produzir o PORTARO em 1995, deixando, assim, a indústria automóvel portuguesa muito limitada. A marca UMM continua a existir mas já não fabrica jipes. De facto, o último Alter foi vendido no dia 21 de dezembro de 2000. Atualmente, é uma metalomecanica dedicada a subcontratacão industrial, especialista em pequenas e médias series de construcão soldada.

Pin It

Angra do Heroísmo

Ilha Terceira

Notícias Regionais

Economia

Startups

Outras Notícias

Saúde

Sociedade

Tecnologia