O Diretor Regional do Desporto afirmou hoje, em Angra do Heroísmo, que “um dos grandes desafios” que, em matéria de desporto, o Governo dos Açores tem para esta legislatura é “garantir mais e melhores oportunidades” de prática desportiva para toda a população.

António Gomes, que falava em representação do Secretário Regional da Educação e Cultura na inauguração do espaço de Estações de Destreza e Coordenação Motora, no Estádio João Paulo II, adiantou que, com estes espaços e com a estratégia governamental para o setor, há “a forte convicção” de que as aquisições dos domínios das atividades motoras em idades iniciais são “decisivas para o desenvolvimento do gosto pelas atividades físicas desportivas e por estilos de vida mais saudáveis”.

Neste sentido, adiantou, a Secretaria Regional da Educação e Cultura, através da Direção Regional do Desporto (DRD), tem vindo a desenvolver um conjunto de iniciativas para a promoção da atividade física desportiva ao longo da vida, nomeadamente através de projetos, instalações e equipamentos, visando a disponibilização de mais e melhores oportunidades de prática para a generalidade da população açoriana.

Como no caso do espaço desportivo agora inaugurado, que envolveu as parcerias das direções regionais da Juventude, das Obras Públicas e das Florestas, a DRD tem procurado desenvolver uma experiência de conceção e dinamização de espaços especificamente destinado a atividade de crianças, constituído por um conjunto de estações de Destreza e Coordenação Motora, em ambiente aproximado de natureza, referiu o Diretor Regional.

O aperfeiçoamento do modelo de instalações hoje inaugurado conta com uma parceria de colaboração técnico-científica com o Centro de Estudos de Espaços de Jogo e Recreio da Faculdade de Motricidade Humana, em especial com a colaboração de Carlos Neto, um dos melhores especialistas nacionais e internacionais na área da motricidade infantil.

Os aparelhos disponibilizados são todos construídos localmente, na sua maioria com recurso a madeira de criptoméria, dando corpo à valorização dos materiais endógenos e à produção amiga do ambiente, bem como com recurso à reutilização de outros materiais, apelando à imaginação das crianças, ao desafio da ultrapassagem de obstáculos e da resolução de problemas através da utilização das diferentes estações que promovem e desenvolvem um conjunto de aprendizagens motoras fundamentais em autonomia e em contato com a natureza, recebendo, por isso, a designação não oficial de 'Parque dos Bravos'.

Este modelo de desenvolvimento, bem como os projetos e as orientações construtivas de cada aparelho e ou estação ficam disponíveis para utilização por outras entidades e será estimulada essa reprodução em diferentes ambientes e localizações de forma autónoma e assumida por outros parceiros.

A inauguração de hoje ocorreu em simultâneo com o encontro de ilha das Escolinhas do Desporto, ação integrada nas celebrações em Portugal do Dia Olímpico, resultantes de uma parceria com o Município de Angra do Heroísmo e o Comité Olímpico de Portugal, que contou com a presença de três ex-atletas olímpicos e cerca de 500 participantes de mais de quatro dezenas de entidades desportivas.

Pin It