A instabilidade associada à depressão Elsa deverá provocar nos Açores precipitação por vezes forte, além do aumento da intensidade do vento e forte agitação marítima, alertou hoje o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

A informação foi referida num comunicado enviado às redações ao início da tarde pelo Centro de Previsão e Vigilância Meteorológica dos Açores do IPMA.

"Assim, prevê-se a partir de hoje e até quinta-feira que o vento sopre forte com rajadas entre 100 e 120 quilómetros por hora do quadrante oeste. Prevê-se igualmente forte agitação marítima com ondas de altura significativa entre seis a nove metros de oeste/noroeste", explica a nota, assinada pela meteorologista Vanda Costa.

Um agravamento excecional das condições de agitação marítima no arquipélago dos Açores está previsto entre hoje e quinta-feira, com especial incidência nos grupos Ocidental e Central, devido à depressão Elsa, anunciou a Autoridade Marítima Nacional (AMN).

A previsão de agravamento é válida desde as 12:00 de hoje e até às 18:00 de quinta-feira.

Ao início da madrugada, a AMN e a Marinha reforçaram a recomendação, em especial à comunidade piscatória e da náutica de recreio que se encontra no mar, para um regresso ao porto de abrigo mais próximo e a adoção de medidas de precaução.

Os alertas estendem-se também à população, pedindo que se evitem os passeios junto à orla costeira, nas arribas e nas praias, bem como da prática de atividades lúdicas nas zonas expostas à agitação marítima.

A Proteção Civil dos Açores recomendou na segunda-feira medidas de autoproteção, como a consolidação de telhados, portas e janelas, durante a passagem da depressão Elsa pela região.

Pin It