O Conselho Açoriano para o Desporto de Alto Rendimento (CADAR), órgão consultivo da administração regional autónoma, reúne-se hoje e quarta-feira, em Angra do Heroísmo, para apreciar o trabalho desenvolvido nos últimos meses.

Criado pelo Regime Jurídico do Apoio ao Movimento Associativo Desportivo, o CADAR é a entidade a quem compete genericamente coordenar os apoios a conceder aos atletas integrados no estatuto nacional de alto rendimento e aos jovens talentos regionais.

Este órgão consultivo, que reúne ordinariamente uma vez por ano e extraordinariamente sempre que convocado nos termos previstos, vai apreciar, entre outros aspetos, os relatórios apresentados pelas associações desportivas e pelos professores acompanhantes referentes a 2018.

Os conselheiros vão igualmente ratificar os processos de candidatura apresentados pelas associações, respeitantes aos praticantes desportivos de alto rendimento e jovens talentos regionais recebidos e apreciados pela Direção Regional do Desporto (DRD).

O CADAR integra, para além do Diretor Regional do Desporto, que preside, dois representantes nomeados pelo Secretário Regional da Educação e Cultura, dois representantes da DRD, um representante da Direção Regional da Educação e vários representantes das modalidades consideradas prioritárias, sendo que as modalidades que tenham até cinco atletas envolvidos têm direito a um representante e as modalidades com mais de cinco atletas abrangidos possuem o direito de indicar dois representantes.

Atletismo, karaté, natação, ginástica aeróbica, golfe, ténis de mesa, judo, ténis e vela são as modalidades representadas no CADAR.

Pin It