O presidente do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, anunciou hoje que a empresa pública Portos dos Açores irá lançar, ainda este mês, um concurso público para a construção de uma rampa no porto das Pipas, em Angra do Heroísmo.

"Até ao final do corrente mês de agosto, o Governo prevê lançar, através da Portos dos Açores, o concurso para a empreitada de construção da rampa RO-RO [para qualquer tipo de carga que embarque e desembarque a rolar] no Porto das Pipas, em Angra do Heroísmo", revelou o chefe do executivo, destacando que, desta forma, aquela infraestrutura portuária ficará capacitada para assegurar o embarque e desembarque de viaturas nos navios da Atlânticoline.

O chefe do executivo açoriano falava, na Horta, na cerimónia de bênção do novo ferry "Mestre Jaime Feijó", que esta semana começou a operar entre as ilhas do Triângulo (Faial, Pico e São Jorge), e que vem substituir o "Mestre Simão", que encalhou em janeiro do ano passado no porto da Madalena, ilha do Pico.

"A opção de construção deste navio, com estas características, a opção de dotar os portos da nossa região com rampas adequadas a essa função, ou ainda, a opção de construir um navio com maior capacidade para ligar toda a nossa região, tem a ver com uma opção política, com uma opção estratégica, de fomento da coesão regional da economia das nossas ilhas", justificou o chefe do executivo regional.

Vasco Cordeiro lembrou também que os três estaleiros qualificados para a 2.ª fase do concurso público para a construção de um navio com capacidade para transportar 650 passageiros e 150 viaturas, num investimento de cerca de 48 milhões de euros, têm até ao dia 18 de agosto para apresentarem propostas de conceção e construção do novo ferry.

O navio "Mestre Jaime Feijó" foi construído nos Astilleros Armon, em Espanha, tal como seu antecessor, tem 41,20 metros de comprimento e capacidade para transportar 333 passageiros e 15 viaturas, duas das quais até 5,5 toneladas de peso bruto.

Com a entrada em funcionamento deste novo ferry, a Atanticoline irá retomar a operação da Linha Lilás, que liga as ilhas do Faial, Pico, São Jorge e Terceira, que estava suspensa deste o acidente com o "Mestre Simão".

Pin It