Ajudar start-ups em fase inicial é o objetivo do programa de aceleração que a espanhola Demium anunciou ontem. Além de Portugal e Espanha podem candidatar-se start-ups de outros países europeus.

A Demium, empresa espanhola que investe em talento, apresentou ontem um novo Programa de Aceleração através do qual pretende ajudar as start-ups em fase inicial a aumentarem a sua tração e a conseguirem a primeira ronda de investimento de, pelo menos, 100 mil euros em quatro meses.

Apesar de realizar-se na Demium Portugal e Espanha, o programa está aberto a start-ups de outros países europeus. São impostos apenas três requisitos: terem uma equipa de cofundadores de pelo menos duas pessoas; terem desenvolvido uma solução inovadora de base tecnológica; e a start-up tem de estar legalmente constituída. As inscrições decorrem até 23 de Janeiro.

“O nosso programa “tradicional” de incubação trabalha com empreendedores pré-ideia e pré-equipa, ajudando-os a encontrar cofundadores, a validar a sua ideia de negócio e a lançá-la no mercado. Lançamos este novo Programa de Aceleração porque encontramos start-ups já criadas em early stage às quais também podemos ajudar a preparar-se, procurar financiamento e a escalar. Trata-se de um programa único, porque – ao contrário de outros programas – oferecemos financiamento desde o início do programa, para que tenham verba suficiente para poderem realmente acelerar”, explicou Monte Davis CEO da Demium.

Os projetos candidatos passam por uma fase de preparação prévia, antes de serem apresentados ao Comité de Seleção. Cabe a este organismo selecionar os projetos que vão integrar o Programa de Aceleração, que deverá começar em fevereiro.

PUB

CONTINUAR A LER

Os selecionados receberão, desde o primeiro dia, um investimento de 25 mil euros em convertible notes (títulos de dívida conversíveis em participação societária) do fundo de investimento Demium.

Este novo programa tem a duração de 10 semanas e os participantes podem contar com o acompanhamento de mentores especializados em marketing, growth hacking e produto e vendas.

Concluído o processo de aceleração, as start-ups apresentar-se-ão ao Comité de Investimento do fundo exclusivo da Demium. As que passarem esta fase serão financiadas em até 100 mil euros, tornando-se, assim, os primeiros da ronda de investimento da empresa (e que pode chegar a investir 500 mil euros em futuras rondas), na qual podem participar também outros investidores e business angels da rede Demium.

Presente em Portugal desde 2019, a Demium já investiu em start-ups nacionais como a Ibipbip, Bephex, Clynx, Skillcore, Squill, Ushowme, Actif, Claire, Careforce e Networkme. “Somos testemunhas de que existe muito talento em Portugal. Acreditamos que esse potencial poderá ser ainda melhor aproveitado e orientado, que poderá levar ainda mais start-ups portuguesas a conseguir reconhecimento global, estando por isso confiantes no valor e importância do Programa de Aceleração que agora iniciamos”, afirmou Diogo Patão, diretor de Programas da Demium.

 

Pin It