O bispo Armando Esteves Domingues, até agora auxiliar do Porto, foi hoje nomeado pelo Papa Francisco como bispo da diocese de Angra, nos Açores, informou o portal Igreja Açores.

Armando Esteves Domingues, de 65 anos, natural de Oleiros, no distrito de Castelo Branco, vai ocupar o lugar que estava vago desde setembro de 2021, quando o anterior titular da diocese de Angra, João Lavrador, foi nomeado bispo de Viana do Castelo.

Segundo o portal Igreja Açores, o prelado “será o 40.º bispo de Angra”.

Armando Esteves Domingues foi ordenado padre em 03 de janeiro de 1982 e bispo em 16 de dezembro de 2018.

Na nota publicada pelo Vaticano, é referido que o novo bispo de Angra ocupou, desde a sua ordenação, os cargos de “pároco em várias paróquias, capelão militar, professor de Educação Moral e Religiosa Católica, ecónomo diocesano, assistente regional dos Escuteiros Católicos e vigário geral”.

“No seio da Conferência Episcopal Portuguesa, é presidente da Comissão Missão e Nova Evangelização, bem como membro da Comissão Laicado e Família”, adianta a nota.

A sua entrada na diocese de Angra ainda não tem data marcada, mas o portal da igreja açoriana aponta para que isso possa ocorrer em janeiro de 2023.

“Entre o seu percurso pastoral sobressai, ainda, o seu empenho na área sócio-caritativa, com a dinamização ao longo dos anos de várias iniciativas ligadas à inclusão social, ao combate ao desemprego, à recuperação de dependências e à habitação”, adianta o portal.

Desde setembro de 2021, a diocese de Angra teve a dirigi-la o cónego Hélder Fonseca Mendes, como administrador diocesano.

Esta diocese, criada há 488 anos pelo Papa Paulo III, tem a sua sede em Angra do Heroísmo.

Pin It

SOTERMAQUINAS