O Facebook vai ajudar com 100 milhões de dólares (cerca de 93 milhões de euros) os pequenos negócios. Este apoio, que poderá ser obtido financeiramente ou através de vales para utilizar em anúncios, vai estar disponível em 30 países. Os interessados já se podem inscrever para obter mais informações.

O Facebook anunciou a criação de um programa para ajudar as micro e pequenas empresas a manterem as suas operações durante a crise do novo coronavírus.

De acordo com a empresa, 100 milhões de dólares (cerca de 93 milhões de euros) serão investidos na iniciativa, quer em dinheiro em espécie, quer em créditos para publicidade que poderão ser utilizados na plataforma. Este valor será dividido entre 30 mil micro e pequenas empresas.

“Sabemos que o teu negócio pode estar a passar por interrupções na atividade devido ao surto global de Covid-19. Ouvimos dizer que um pouco de suporte financeiro pode fazer toda a diferença. É por isso que estamos a disponibilizar 100 milhões de dólares em subsídios pecuniários e créditos de publicidade para ajudar durante este tempo difícil, pode ler-se no site do Facebook.

“Ouvimos as pequenas empresas para perceber como podemos ajudá-las da melhor maneira. Escutamos em alto e bom som que o apoio financeiro permitiria que se mantivessem com as luzes acesas e manter alguns compromissos salariais”, explicou Sheryl Sandberg, diretora de operações do Facebook

Com esta iniciativa, o Facebook tem como objetivo aumentar o acesso destes negócios a recursos como formação e suporte do Facebook. Nas próximas semanas, segundo Sandberg, a empresa anunciará mais novidades deste programa. Até lá, os interessados já se podem inscrever para obter mais informações.

Pin It

Angra do Heroísmo