Os cargos de gestão na área da tecnologia lideram o top das profissões mais bem pagas, segundo a Landing.Jobs.

95 mil euros anuais, brutos, é o montante salarial que os cargos na área das tecnologias podem atingir no mercado nacional. Quem o afirma é a Landing.Jobs, uma plataforma de recrutamento online especializada no setor das tecnologias de informação, depois de uma recente análise a mais de mil ofertas de emprego (das quais cerca de 850 eram em Lisboa) publicadas na plataforma durante o ano passado.

De acordo com a avaliação os níveis salariais dos profissionais que trabalham em cargos de gestão no setor das tecnologias estão acima dos valores praticados noutras áreas empresariais. Senão vejamos: cargos ligados à gestão como CTO ou Head of Engineering podem contemplar salários que podem ir até aos 95 mil ou 90 mil euros anuais, respetivamente. Quando se trata de funções fora da gestão, a de iOS Developer, com salários anuais que podem ir até aos 62 mil euros, ou a de Android Developer e DevOps Engineer, com 60 mil euros, são as mais bem renumeradas.

A pesquisa da Landing.Jobs realça, ainda, que, da diversidade de profissões que este setor enquadra, as mais comuns no mercado nacional são as de Full-stack Developer (29,7%), Back-end Developer (13,8%) e Product/Project Manager (8,8%). Estas funções podem render, respetivamente, até 45 mil, 55 mil ou 50 mil euros anuais. Correspondem a salários brutos e, de acordo com esta análise, tendem a aumentar 20% em empresas de produto e a diminuir 10% em empresas de consultoria. Destaque, ainda, para o facto de os anos de experiência destes profissionais também terem um peso relevante na remuneração. Os que têm mais de cinco anos de experiência tendem a conseguir salários mais elevados.

Para José Paiva, CEO da Landing.Jobs, é fundamental as empresas estarem informadas e acompanharem esta evolução do mercado, “para que, face à procura de profissionais deste setor, possam tornar-se ou manter-se competitivas no ecossistema. Os salários podem ser decisivos para atração e retenção de talento e é importante que as empresas tenham estas questões em consideração”.

Perante o facto de a capital ter concentrado o maior número de ofertas de emprego na plataforma, Maria Tolentino, responsável da Landing.Jobs no mercado nacional, referiu que esse dado “mostra que Lisboa continua a ser o maior hub tecnológico do país e o local de referência para desenvolvimento em Portugal”. Na realidade, salienta, os intervalos salariais para ofertas de emprego no Porto podem ser 5% a 10% inferiores aos de Lisboa.

Pin It