O Presidente do Governo dos Açores afirmou hoje que o lançamento do concurso público para a construção, operação e exploração de um porto espacial em Santa Maria “é um passo importante e concreto” na concretização de um projeto que terá “resultados em benefício desta ilha e dos Açores”.

Vasco Cordeiro salientou que o concurso publicado esta terça-feira em Jornal Oficial, “segue uma modalidade de diálogo entre os vários concorrentes”, que “tem várias fases, que se procederão agora nos termos legais”, sendo possível salvaguardar um aspeto no qual o Governo dos Açores tem insistido sempre e colocado sempre à cabeça deste processo e que tem a ver com a salvaguarda das componentes ambiental e de segurança.

Em declarações aos jornalistas durante a visita estatutária à ilha do Corvo, o Presidente do Governo adiantou ainda que o júri do concurso é composto pela Presidente da Agência Espacial Portuguesa, Chiara Manfletti, pelo Vice-Presidente da Agência Espacial Portuguesa, que é também o Coordenador da Estrutura de Missão dos Açores para o Espaço, Luís Santos, pelo Presidente do Conselho de Administração da SDEA, Vítor Fraga, e por outras personalidades da Fundação para a Ciência e Tecnologia e do meio académico que estão a colaborar com o Governo neste processo.

O Presidente do Governo afirmou ainda que este projeto “valoriza a posição dos Açores e a sua rentabilização como um fator de criação de riqueza e de emprego”, sempre acautelando as componentes ambiental e de segurança.

Pin It