A Sociedade Afonso Chaves, que gere o Expolab - Centro Ciência Viva, vai lançar no sábado o livro "Volta aos Açores em 30 experiências", que resulta num caderno com pistas para os jovens desenvolverem projetos a partir de casa.

A coordenadora do Expolab, Susana Cabral, referiu à agência Lusa que o projeto, resultado de um trabalho coletivo dos centros de ciência dos Açores, contempla “experiências simples que podem ser realizadas em casa com a família e com materiais do dia-a-dia”, visando divulgar a região na sua vertente científica.

Susana Cabral explicou que cada uma das experiências, além de identificar o protocolo a seguir, o material a utilizar e os procedimentos, contém informação que “relaciona a experiência a uma curiosidade sobre os Açores”.

A coordenadora destacou como experiências científicas que podem ser vividas nos Açores as fumarolas das Furnas, na ilha de São Miguel, onde existem “micro-organismos únicos que conseguem viver em condições extremas” e podem ser observados no local.

Susana Cabral apontou ainda “algumas especificidades” dos cetáceos no mar dos Açores, a par da riqueza dos vulcões que estiveram na origem da formação das ilhas, sendo que o arquipélago, em termos astronómicos, constitui dos poucos locais em que se pode observar o céu sem poluição luminosa.

A riqueza da biodiversidade do arquipélago, onde existem espécies endémicas, é também uma componente em destaque no livro agora editado.

A publicação, que será apresentada em São Miguel, na Terceira e no Faial, contempla experiências que resultam de uma seleção feita pelos centros de ciência dos Açores: “Procuram, todas elas, apresentar curiosidades relacionadas com as ilhas”.

O "Volta aos Açores em 30 experiências" conta com o apoio da Direção Regional da Ciência e Tecnologia e resultou de um trabalho conjunto do Expolab, do Observatório Vulcanológico dos Açores, do Observatório Astronómico de Santana, do Observatório Microbiano dos Açores, do Centro de Ciência de Angra do Heroísmo e do Observatório do Mar dos Açores.

Nos Açores existe uma rede de centros de ciência dos Açores criada pelo Governo Regional que congrega diversos espaços de divulgação científica.

Promovendo a cultura científica, em diferentes áreas do conhecimento, estes centros são interativos e abertos à comunidade.

Pin It