Depois de suspender funções enquanto vice-provedora da Misericórdia de Angra do Heroísmo, Lucília Fagundes demite-se agora do cargo de Diretora Regional para a Promoção da Igualdade e Inclusão Social.

Em causa está a toma indevida da vacina contra a Covid-19.

Na carta enviada ao Vice-presidente do Governo, Lucília Fagundes admite que não pode "exercer cargos públicos até que esta situação não seja devidamente resolvida" e diz estar de "consciência tranquila" porque "a seu tempo toda a verdade será reposta".

Notícia para acompanhar na RTP Açores.

Pin It

Angra do Heroísmo