O concurso para a construção, operação e exploração de um porto espacial na ilha de Santa Maria, nos Açores, tem quatro consórcios pré-qualificados, anunciou hoje o secretário regional do Mar, Ciência e Tecnologia, Gui Menezes.

“Neste momento, o júri encontra-se a validar todas as informações entregues pelos quatro consórcios interessados”, afirmou Gui Menezes, citado numa nota do Gabinete de Apoio à Comunicação Social do Governo Regional, acrescentando que “o número de concorrentes corresponde às expectativas da Região”.

Numa primeira fase, em 2018, o Programa Internacional do Atlântico para o Lançamento de Satélites recebeu 14 propostas de consórcios internacionais, que “manifestaram o interesse em colaborar com empresas portuguesas e centros de investigação e engenharia portugueses para conceber, instalar e operar um porto espacial na ilha de Santa Maria", tendo sido selecionados cinco consórcios.

Nesta fase, os candidatos deveriam apresentar a documentação demonstrativa do cumprimento dos requisitos técnicos e financeiros estabelecidos para a participação no procedimento de diálogo concorrencial para a construção, operação e exploração de um porto espacial em Santa Maria.

A próxima fase, “que deverá decorrer nos próximos meses, será de trabalho intenso e deverá compreender o diálogo com os candidatos selecionados”, salientou o secretário regional com as pastas da Ciência e Tecnologia.

Segundo Gui Menezes, “os consórcios cujas candidaturas foram agora entregues, após a respetiva qualificação, deverão preparar as soluções a apresentar, para posterior diálogo, com vista à identificação da melhor solução” para a instalação de um porto espacial em Santa Maria.

Os candidatos selecionados serão convidados a enviar uma proposta final para a solução acolhida pelo júri, composto pela presidente da Agência Espacial Portuguesa, Chiara Manfletti, pelo vice-presidente da agência e coordenador da estrutura de missão dos Açores, Luís Santos, pelo presidente do Conselho de Administração da Sociedade para o Desenvolvimento Empresarial dos Açores (SDEA), Vítor Fraga, e por outras personalidades da Fundação para a Ciência e Tecnologia e do meio académico.

Inicialmente estava previsto que o contrato para a instalação e funcionamento do porto espacial de Santa Maria fosse assinado em junho deste ano, para que os primeiros lançamentos de pequenos satélites ocorressem no verão de 2021.

O Governo da República aprovou no dia 07 de março a criação da agência espacial portuguesa Portugal Space, com sede na ilha de Santa Maria.

Uma das missões da Portugal Space será promover "novas atividades e negócios" no setor espacial, em particular na observação da Terra com pequenos satélites, e "facilitar uma maior participação de Portugal nos programas europeus", da Agência Espacial Europeia (ESA) e da União Europeia.

 

Pin It