O Secretário Regional Adjunto da Presidência para as Relações Externas manifestou hoje, em Corfu, na Grécia, a grande satisfação do Governo dos Açores pelo anúncio da realização na Região da próxima Assembleia Geral da Comissão das Ilhas da Conferência das Regiões Periféricas Marítimas da Europa (CRPM).

“O Governo dos Açores viu com muito agrado e com muita satisfação a resposta positiva ao convite que foi dirigido à Comissão das Ilhas da CRPM para que reúna esta Assembleia Geral nos Açores no segundo trimestre de 2020”, afirmou Rui Bettencourt, que falava à margem da 39.ª Assembleia Anual, onde foi feito este anúncio.

O titular da pasta das Relações Externas salientou que o reeleito Presidente da Comissão das Ilhas e Presidente da Córsega, Gilles Simeoni, “foi muito compreensivo” em relação à realização desta reunião nos Açores, “que visa também poder mostrar a realidade açoriana a um certo número de decisores políticos europeus”.

“O Governo Regional, com este convite e com esta organização da Assembleia Geral da Comissão das Ilhas da CRPM nos Açores, procura também mostrar os Açores a vários decisores políticos comunitários de várias ilhas da União Europeia, de modo a que haja uma melhor perceção do que são os Açores e da nossa realidade”, frisou o governante.

Por outro lado, Rui Bettencourt sublinhou que o Governo Regional deseja “fazer com que, entre estes decisores políticos, haja aliados para aquilo que os Açores pretendem na sua política de coesão, na sua politica de desenvolvimento, na questão dos transportes e em todas as políticas que têm a ver com a União Europeia e os Açores”.

A Comissão das Ilhas, que representa uma população total de cerca de 15 milhões de habitantes, é a mais antiga das seis comissões geográficas da CRPM, organização de cooperação inter-regional presidida por Vasco Cordeiro desde 2014, que tem cerca de 150 regiões membros, de 28 estados europeus.

Os seus membros representam 23 autoridades regionais europeias insulares de 11 países situados no Mediterrâneo, Mar do Norte, Mar Báltico e oceanos Atlântico, Indico e Pacífico.

Esta Comissão tem como objetivos exortar os Estados Membros a ter uma atenção particular às ilhas, a reconhecer os 'handicaps' permanentes resultantes da sua insularidade e a implementar políticas que sejam as mais adequadas à sua situação, visando também favorecer, entre outros, a cooperação inter-regional entre as ilhas, em particular sobre as questões com relação direta com a sua insularidade.

 

Pin It