Os resultados das autárquicas de domingo mantiveram o PS na liderança de nove das 19 câmaras dos Açores, menos três do que em 2017, e o PSD conquistou oito, sozinho ou em coligação.

Nos Açores, os social-democratas têm agora mais três câmaras do que antes das eleições, mas conquistaram ao PS quatro autarquias: Horta e Santa Cruz da Graciosa, ambas em coligação com o CDS-PP e o PPM, Praia da Vitória, em coligação com o CDS-PP e São Roque do Pico, numa candidatura apenas do PSD.

O PS tirou ao PSD a autarquia de Vila do Porto, na ilha de Santa Maria, ao passo que a Câmara de Velas voltou a ser ganha pelo CDS-PP e a da Calheta pelo Movimento Independente encabeçado por Décio Pereira.

Na Região Autónoma dos Açores, votaram 54,19% dos eleitores, de acordo com os dados disponibilizados pelo Ministério da Administração Interna.

Antes das autárquicas de domingo, o PS liderava em 12 das 19 Câmaras da Região Autónoma dos Açores e o PSD em cinco.

A Câmara de Vila do Porto, liderada desde 2009 pelo social-democrata Carlos Rodrigues, que em 2017 obteve 68,43% dos votos, passou agora para o PS, que conseguiu 57,20% das escolhas dos eleitores.

Na Câmara da Horta, liderada pelo PS há 32 anos, a coligação PSD/CDS-PP/PPM venceu as eleições de domingo com 47,80% dos votos (quatro mandatos), ao passo que o PS, cujo cabeça de lista concorria a um terceiro mandato, alcançou 41,40% (três mandatos).

A mesma coligação venceu as eleições na Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa, elegendo António Reis, vereador na oposição daquela autarquia há oito anos, depois de três mandatos liderados pelo PS.

PUB

CONTINUAR A LER

De acordo com dados finais do Ministério da Administração Interna, com a contagem terminada e quatro freguesias apuradas, a coligação PSD/CDS-PP/PPM, que também lidera o Governo Regional dos Açores, obteve 57,21% dos votos (três mandatos), ao passo que o PS, que apresentava um candidato novo devido à limitação de mandatos do atual presidente de Câmara, alcançou 38,66% (dois mandatos).

O PSD conquistou ao PS a Câmara de São Roque do Pico, obtendo 60,89% dos votos e elegendo Luís Filipe Silva como presidente da Câmara.

O PS, que recandidatava Mark Silveira a um terceiro mandato, obteve 35,76% dos votos.

Na Câmara da Praia da Vitória o resultado foi bastante disputado, tendo a coligação PSD/CDS-PP obtido 43,91% dos votos, contra 40,49 do PS.

Os centristas voltaram a vencer as eleições no município das Velas, em São Jorge, o único que geriam e a que concorriam sozinhos.

A Câmara de Ponta Delgada, a maior autarquia dos Açores, mantêm-se desde há 28 anos sob liderança social-democrata.

Naquela autarquia da ilha de São Miguel, foi eleito presidente da Câmara o candidato do PSD Pedro Nascimento Cabral, com 48,68% dos votos, ao passo que André Viveiros, candidato do PS, teve 37,33%.

Pin It