Terá sofrido “um ataque cardíaco fulminante”. Tinha 79 anos.

O cineasta português Lauro António morreu esta quinta-feira aos 79 anos, na sua casa em Lisboa, indica a Casa do Artista. Lauro António tornou-se conhecido pelas longas-metragens “Manhã Submersa” (1980), estreada no Festival de Cannes e “O Vestido Cor de Fogo” (1986). Ao longo dos anos foi crítico de cinema, ensaísta, dinamizador de cultura, professor e diretor de festivais.

À Lusa, o filho, Frederico Corado, adianta que Lauro António sofreu “um ataque cardíaco fulminante”.

PUB

Pin It

Angra do Heroísmo

Diário

Ilha Terceira

Startups

Economia

Notícias Regionais

Cultura

Outras Notícias