Afinal o ator, que continua a lutar pela vida nos cuidados do Hospital Amadora-Sintra, não teve um enfarte do coração. Mantém-se com "prognóstico reservado".

Estava a trabalhar quando teve uma paragem cardiorrespiratória. Viveram-se momentos de grande pânico nos bastidores da novela 'Amor Amor', da SIC, desde o momento em que Rogério Samora se sentiu mal e caiu inanimado. Durante 15 minutos o cérebro e todo o organismo do ator não receberam oxigénio.

PUB

CONTINUAR A LER

Demasiado tempo! E será por isso que as lesões neurológicos serão extensas e graves. Ainda assim, fonte hospitalar avançou à revista 'TV 7 Dias' que "ainda é muito cedo para avançar com prognósticos": "Aparentemente, ele esteve 15 minutos sem função cardíaca e quando o corpo está 15 minutos sem receber oxigénio há um conjunto de reações pós-reanimação violentíssimas a nível fisiológico, que implicam uma série de medicamentos para a estabilização do equilíbrio do corpo humano, seja a nível convulsivo, a nível de sedação, para prevenir arritmias, etc...", explicou a fonte à referida publicação.

É avançado ainda que Rogério Samora "fez um conjunto de exames cardíacos para avaliar se tinha tido um enfarte, mas não foi o caso". Segundo a revista, o ator, afinal, "teve uma paragem cardiorrespiratória, o que se designa de síndrome de morte súbita".

A situação clínica do ator da SIC é muito preocupante. Mantém-se "em coma, ventilado" e ligado a um suporte básico de vida.

Pin It

Angra do Heroísmo

Ilha Terceira

Startups

Economia

Notícias Regionais

Outras Notícias

Saúde

Sociedade

Mundo

Tecnologia

Cultura

Desporto

Podcast