A decisão, tomada pelo Conselho de Ministros extraordinário, vai vigorar nos próximos 15 dias, o máximo permitido pela Constituição.

A declaração de estado de emergência ocorre um dia após o Tribunal Superior de Justiça de Madrid ter rejeitado as medidas impostas pelo Governo central de restrição de movimentação das pessoas na capital de Espanha, para lutar contra o aumento dos casos de covid-19.

A decisão, que terá efeitos imediatos, é de urgência absoluta, segundo o Governo. Esta sexta-feira começa um fim de semana prolongado e o executivo quer evitar que milhares de madrilenos se desloquem para outras zonas do país.

A jornalista Belén Rodrigo está em Madrid e explica as implicações que a declaração do estado de emergência pode ter.

Pin It

Angra do Heroísmo