Sete felinos do jardim zoológico de Bronx, em Nova Iorque, estão infetados com coronavírus, avançou a Wildlife Conservation Society.


Recorde-se que estes não são os primeiros casos de coronavírus no local. No início do mês,Nadia, um tigre da Malásia, de quatro anos, já tinha testado positivo para a Covid-19.
"Testámos os tigres e leões com muita cautela e garantiremos que qualquer conhecimento que adquirimos sobre o COVID-19 contribua para a contínua compreensão mundial do novo coronavírus", afirma o comunicado da Wildlife Conservation Society.

Segundo a organização sem fins lucrativos, responsável pelo zoo da cidade nova iorquina, três tigres e três leões africanos começaram a apresentar sintomas no início de abril. Os felinos acabaram por ser testados depois de apresentarem tosse. Foram realizadas análises através de uma amostra fecal, enquanto os animais se encontravam sob anestesia.

Os animais apanharam a doença através de um membro da equipa de tratadores que, embora tenha acusado positivo para coronavírus, não apresentava sintomas.

Segundo a CNN, estão agora em vigor várias medidas preventivas para as equipas de tratadores em quatro jardins zoológicos administrados pela organização sem fins lucrativos.

Os locais encontram-se encerrados desde meados de março.

Quanto aos felinos, os funcionários do Zoo de Bronx garantem que se estão a alimentar normalmente e que a tosse reduziu consideravelmente.

Pin It

Angra do Heroísmo