O presidente do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, endereçou hoje condolências e solidariedade aos familiares das vítimas mortais do acidente que ocorreu na terça-feira na freguesia das Quatro Ribeiras, na ilha Terceira.

Tal acidente consistiu num "momento dramático que causou uma profunda consternação, não só na comunidade das Quatro Ribeiras, mas em todos os que tiveram conhecimento do acidente e das circunstâncias em que o mesmo ocorreu,” disse Vasco Cordeiro, num contacto telefónico com familiares das vítimas mortais, segundo nota divulgada pelo gabinete do executivo açoriano.

De acordo com a mesma nota, o chefe do executivo açoriano transmitiu ao presidente da Junta de Freguesia das Quatro Ribeiras, Bruno Meneses Lopes, a sua solidariedade para com toda a freguesia atingida por essa tragédia.

Vasco Cordeiro desejou ainda "os votos de uma rápida e total recuperação dos feridos nesse acidente".

O acidente ocorreu às 20:29 locais (mais uma hora em Lisboa) de terça-feira, quando uma viatura atropelou pessoas que participavam numa procissão de velas, em homenagem a Nossa Senhora de Fátima, na freguesia das Quatro Ribeiras, no concelho da Praia da Vitória.

Do acidente resultaram duas mortes, quatro feridos graves e nove feridos ligeiros.

Os quatro feridos graves continuam internados, três estão "fora de perigo" e em “situação estável” e um, de 60 anos, permanece em "estado grave", segundo adiantou a Proteção Civil.

Os feridos ligeiros, encaminhados para o Hospital de Santo Espírito da Ilha Terceira e para o Centro de Saúde da Praia da Vitória, já tiveram alta, à exceção de um.

As vítimas mortais eram do sexo feminino e tinham 68 e 84 anos.

A PSP disse à Lusa que o condutor da viatura não apresentou álcool ou estupefacientes nos testes realizados

“O condutor tem 32 anos e, dos testes realizados, não houve deteção de álcool ou estupefacientes”, afirmou fonte da Direção Nacional da PSP, adiantando que o homem conduzia uma viatura ligeira de mercadorias.

Pin It