A Apple pretende lançar no outono quatro novos iPhones com tecnologia 5G e design inspirado no último iPad. Coronavírus poderá atrasar a apresentação, mas não de forma significativa.

Os próximos modelos do iPhone deverão ter um novo aspeto inspirado nos últimos iPads. Serão também os primeiros aparelhos da Apple a suportarem conetividade 5G, segundo informações reveladas pela Bloomberg (acesso condicionado).

Fontes próximas da marca disseram que a empresa está a trabalhar em quatro modelos diferentes, dois para substituírem os iPhones 11 Pro e 11 Pro Max e outros dois menos sofisticados em lugar do iPhone 11. As duas versões mais “musculadas” terão cantos arredondados e direitos, semelhantes ao aspeto do antigo iPhone 5 e do novo iPad Pro lançado em 2018, o invés do atual estilo curvo.

Meo: “Não parece possível” lançar 5G até ao fim deste ano

Ler Mais

O artigo, assinado por Mark Gurman, jornalista conhecido pelas fontes que tem na marca da maçã, indica também que a Apple está a desenvolver uma versão mais pequena e mais acessível da coluna inteligente HomePod. Uma forma de concorrer com os modelos mais práticos das gamas da Google e da Amazon.

Devido aos efeitos da pandemia do novo coronavírus, a Bloomberg indica que o lançamento dos novos iPhones, que acontece tradicionalmente em setembro, poderá ser adiado “várias semanas” comparativamente com o habitual, mas sem atrasos significativos. Responsáveis da empresa deverão deslocar-se até à China para finalizarem os pormenores dos novos produtos em maio.

Pin It

Angra do Heroísmo

Ilha Terceira

Notícias Regionais

Startups

Economia

Outras Notícias

Mundo

Saúde

Sociedade

Motores

Motores

Tecnologia

Podcast