O número de mortoscausados pela tempestade tropical Chalane no centro de Moçambique na quarta-feira, subiu de quatro para sete, anunciou o Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC).

As três novas vítimas são de Chimoio, capital provincial de Manica,, e morreram por afogamento, disse o diretor-geral adjunto do INGC, Belé Monteiro, citado pelo canal privado STV.

A tempestade Chalane passou pelas províncias de Sofala, Manica, e Zambézia e, além das vítimas mortais, deixou, mais de dez pessoasferidas e muitas casas destruídas.

O Comité Operativo de Emergência em Manica revelou que equipas continuam no terreno para apurar e avaliar os danos causados pela tempestade tropical.

A tempestade tropical teve ventos de até 100 quilómetros por hora em Moçambique e passou por Madagáscar e Zimbabwe.

Além dos óbitos, um total de 3.600 pessoas foram afetadas durante a tempestade tropical e várias residências ficaram destruídas, segundo os dados preliminares do Centro Nacional Operativo de Emergência.

Pin It

Angra do Heroísmo

Ilha Terceira

Notícias Regionais

Startups

Economia

Outras Notícias

Mundo

Saúde

Sociedade

Motores

Motores

Tecnologia

Podcast