Os Estados Unidos registaram 657 mortes devido à covid-19 e 41.583 casos da doença, nas últimas 24 horas, indicou na terça-feira a Universidade John Hopkins.

Este último balanço, das 20:00 de terça-feira (01:00 de hoje em Lisboa), elevou o número total de óbitos para 210.774 e de casos para 7.495.165 casos, registados desde o início da pandemia.

De acordo com a contagem independente da universidade norte-americana, o estado de Nova Iorque continua a ser o que regista maior número de mortos no país, 33.219, mais do que no Peru, em França ou em Espanha.

Só na cidade de Nova Iorque morreram 23.886 pessoas.

O Instituto de Métricas e Avaliações de Saúde da Universidade de Washington, cujos modelos de evolução da pandemia são frequentemente referidos pela Casa Branca, estimou que, nas eleições presidenciais, agendadas para 03 de novembro, os Estados Unidos vão chegar às 240 mil mortes, e em 31 de dezembro às 370 mil.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e quarenta e cinco mil mortos e mais de 35,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Pin It

Angra do Heroísmo

Notícias Regionais

Ilha Terceira

Economia

Startups

Outras Notícias

Mundo

Motores

Motores