O novo plano de negócios da operadora SATA deverá estar pronto até ao início do segundo trimestre e só depois se poderá dar o "passo seguinte" para a privatização de parte da empresa, anunciou hoje o Governo dos Açores.

O novo conselho de administração, presidido por Luís Rodrigues, "está a desenvolver um novo plano de negócios da empresa, que deverá ficar pronto a curto prazo", e com base nisso o executivo e a empresa avançarão para o "passo seguinte" da privatização parcial da Azores Airlines, ramo da empresa que opera de e para fora do arquipélago.

"Sem esse plano de negócios não podemos passar para o passo seguinte. O atual conselho de administração está a desenvolver um plano de negócios que deverá estar concluído no final do primeiro trimestre do ano, começo do segundo trimestre", indicou o secretário regional com a tutela dos Assuntos Parlamentares, Berto Messias, que falava aos jornalistas nas Velas, na ilha de São Jorge.

O presidente do PSD/Açores, José Manuel Bolieiro, tinha dito na semana passada que se impunha do Governo Regional o informar "se vai ou não avançar de imediato" com a alienação parcial da transportadora SATA, como tinha garantido.

O Plano e Orçamento para 2020, apresentado pelo Governo dos Açores no começo de novembro de 2019, indicava que os procedimentos para a alienação de 49% da Azores Airlines seriam publicados até ao final do ano.

O primeiro concurso para a privatização de 49% da empresa foi anulado em novembro de 2018, após a divulgação de documentos que causaram um "sério dano ao grupo SATA e aos Açores", anunciou, na ocasião, o executivo regional.

O antigo administrador da TAP Luís Rodrigues foi indicado recentemente pelo Governo dos Açores como novo presidente da transportadora SATA, tendo o novo conselho de administração tomado posse no começo do ano.

Luís Rodrigues propôs dois novos administradores para o grupo, passando a administração da transportadora a integrar também Teresa Gonçalves e Mário C

Pin It

Angra do Heroísmo

Notícias Regionais

Ilha Terceira

Economia

Startups

Outras Notícias

Mundo

Cultura

Saúde

Sociedade

Motores

Motores

Tecnologia