A Huawei apresentou em Munique, na Alemanha, os seus novos topos de gama – a série Mate 30. Composta pelo Mate 30, Mate 30 Pro, Porsche Design Mate 30 Pro RS (e ainda pelo mais modesto Mate 30 Lite), esta nova série conta com o novo processador de alto desempenho, o Kirin 990 5G, que será responsável por surpreender e continuar a elevar os standards da indústria.

O Mate 30 Pro promete ser a grande estrela desta série. As especificações? Estamos a falar de um smartphone com ecrã Flex OLED FHD+ de 6.53 polegadas com 2400x1176 de resolução e sensor de impressões digitais, 8GB de RAM e opção entre 128GB e 256GB de armazenamento interno.

Com um ecrã com curvatura tão acentuada, a Huawei foi obrigada a remover os botões laterais. Como solução, a empresa foi obrigada a adotar botões virtuais e, no caso dos botões de volume, foi possível ver o CEO da Huawei, Richard Yu, a demonstrar como os usar - tocando duas vezes para aparecer o 'slider' deslizante.

A bateria tem feito parte das grandes virtudes dos smartphones topo de gama da Huawei e, cumprindo a tradição, o Mate 30 Pro tem tudo para continuar esse percurso. A bateria deste modelo tem uma capacidade de 4,500mAh e carregamento de 40W com fios e 27W sem fios.

A câmara e a experiência de fotografia tem sido outro dos 'pilares' da Huawei graças à colaboração com a Leica. A câmara circular - de nome 'Halo Design' - do Mate 30 Pro chama a atenção para os quatro sensores, um Cine de 40MP; um segundo sensor Ultra Sensing de 40MP; um sensor 'telephoto' de 8MP; e ainda um sensor capaz de medir profundidade. Quanto à câmara frontal, temos um sensor de 32MP acompanhado de vários sensores que compõem o novo sistema de reconhecimento facial, o 3D Face Unlock, e ainda sensor de gestos. Está presente a mesma atenção ao detalhe de outros smartphones da Huawei, com o Mate 30 Pro a ser capaz de captar fotografias nítidas mesmo em ambiente com fraca iluminação ou ao amanhecer/anoitecer.

No que diz respeito à câmara traseira, poderemos contar com todos os modos de fotografia que seria de esperar de um topo de gama moderno. Retrato, 'Time Lapse' e apoio de Inteligência Artificial para retocar as fotografias são opções garantidas, assim como vídeos em câmara lenta. Nesta área a grande novidade é a capacidade de filmar vídeos em 720p com 7.680 frames por segundo e em 1080p com 960 frames por segundo.

Para maior qualidade de vídeo, a Huawei incluiu um sensor Cine Camera de 40MP capaz de filmar vídeo em 4K com 60fps e que permite aplicar efeito 'bokeh' em tempo real.

A capacidade de 'zoom' continua a ser um ponto forte da Huawei e o Mate 30 Pro não desilude. Diz a empresa chinesa que o smartphone tem zoom óptico de 3x, zoom híbrido de 5x e zoom digital de 30x, números impressionantes que ainda assim ficam atrás dos 50x presentes no P30 Pro.

A Huawei fez questão de dar aos consumidores uma vasta seleção de cores. Nesse sentido, o Huawei Mate 30 Pro estará disponível em Space Silver (prateado), Cosmic Purple (roxo), Emerald Green (verde) e Black (preto). Além destas quatro cores, a Huawei anunciou também a versão Vegan Leather, sem pele animal, que estará disponível em Orange (laranja) e Forest Green (verde).

E o outros Mate 30?

Temos ainda o Mate 30, com um ecrã (plano, sem laterais curvas) Rigid OLED FHD+ de 6.62 polegadas com 2340x1080 de resolução com o mesmo sensor de impressões digitais, opção entre 6GB e 8GB de RAM e 128GB de armazenamento interno. A bateria tem uma capacidade menor que a versão Pro e tem 'apenas' 4,200mAh mas com os mesmos 40W de carregamento com fios e 27W sem fios.

A câmara traseira do Mate 30 conta com três sensores, um principal de 40MP, um sensor ultra angular de 16MP e um 'telephoto' de 8MP. Já a câmara frontal terá um único sensor de 24MP. E sim, pode celebrar porque o Mate 30 vem com uma entrada de áudio tradicional e não unicamente com USB-C.

Houve espaço também para o Porsche Design Mate 30 RS, um novo modelo que surge da colaboração entre a tecnológica chinesa e a fabricante alemã de automóveis. O Porsche Design Mate 30 RS inclui o mesmo processador Kirin 990 5G, câmara e bateria e inclui 12GB de RAM com 512GB de armazenamento interno. Porém, é design mais extravagante a ser o verdadeiro argumento desta edição, fazendo-se valer da distinta risca da face traseira e da pele animal que a cobre.

O momento da verdade

Nos últimos meses pairaram muitas dúvidas relativamente à permanência do Android nos smartphones da Huwei e, uma vez garantido o sistema operativo nos dispositivos já presentes no mercado, as atenções voltaram-se para a série Mate 30. Foi esta tarde que a Huawei revelou que volta a contar com o Android nos seus dispositivos, desta vez sob forma do EMUI 10.

Ainda assim, ficam de fora os serviços da Google, com as apps a serem descarregadas a partir da App Gallery da própria Huawei e os respetivos Mobile Services.

Entre os principais focos desta atualização está a legibilidade e o design dos menus, inspirados em revistas. O tema escuro será certamente útil, assim como um novo ecrã 'always-on' mas a abertura de apps, mais fluída e com animações, promete também uma experiência mais elegante.

O novo sensor de movimentos também é utilizado com eficácia, permitindo aos utilizadores controlar o que se passa no ecrã com simples movimentos do pulso. A Inteligência Artificial presente no Mate 30 também é usada com eficácia para rodar o ecrã, possibilitanto ativar uma funcionalidade de auto-rotação que roda o ecrã de acordo com a posição do utilizador.

O EMUI 10 surge também com uma app de nome HiCar, a qual permite controlar determinadas funções do veículo como temperatura ou até para tirar fotografias do local de estacionamento para não se esquecer onde deixou o carro.

E quanto custa? E o lançamento?

Enquanto novo topo de gama da Huawei, não é esperado que a série Mate 30 seja propriamente acessível e esteja ao nível dos outros smartphones de alto desempenho presentes no mercado. Nesse sentido, a Huawei revelou que o Huawei Mate 30 de 8GB + 128GB custará 799 euros, o Mate 30 Pro com 8GB + 256GB chega aos 1.099 euros, o Mate 30 Pro 5G (com as mesmas especificações) vai aos 1.199 euros e o Porsche Design Mate 30 RS de 12GB RAM + 512GB atinge os 2.095 euros. De notar que estes preços não são finas, pelo que ainda serão sujeitos à devida taxa de IVA.

Quanto ao lançamento, a Huawei não avançou com uma data mas afirma que estará disponível no mercado europeu até ao final de 2019.

Pin It

Angra do Heroísmo

Ilha Terceira

Notícias Regionais

Economia

Startups

Outras Notícias

Cultura

Saúde

Sociedade

Tecnologia

Motores

Tecnologia