A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou esta terça-feira a existência de 1.247 mortes e 29.432 casos de Covid-19 em Portugal.

O número de óbitos subiu, de ontem para hoje, de 1.231 para 1.247, mais 16, enquanto o número de infetados aumentou de 29.209 para 29.432, mais 223, o que representa um aumento de 0,76%.

O número de casos recuperados subiu de 6.430 para 6.431.

Há 629 doentes internados, mais um em relação a ontem. 101 encontram-se em Unidades de Cuidados Intensivos, menos quatro face a segunda-feira.

No Relatório de Situação divulgado esta terça-feira, há, desde 1 de janeiro, um total de 298.501 casos suspeitos, dos quais 2.349 aguardam os resultados das análises e 266.720 testes que deram negativo.

A região Norte é a que regista o maior número de casos (16.472) e mortos (707). No Centro há 3.644 casos e 227 óbitos, enquanto que na região de Lisboa e Vale do Tejo registam-se 8.490 casos e 282 vítimas mortais. Seguem-se o Algarve (356 casos e 15 mortos), os Açores (135 casos e 15 mortos), o Alentejo (245 casos e 1 morto) e a Madeira, com 90 casos.

Os casos confirmados:

271 meninos e 260 meninas com menos de 10 anos;
929 jovens entre os 10 e os 19 anos;
1.622 homens e 2.044 mulheres entre os 20 e 29 anos;
1.853 homens e 2.460 mulheres entre os 30 e 39 anos;
1.998 homens e 2.962 mulheres entre 40 e os 49 anos;
1.962 homens e 3.001 mulheres entre os 50 e os 59 anos;
1.515 homens e 1.756 mulheres entre os 60 e 69 anos;
1.138 homens e 1.292 mulheres entre os 70 e os 79 anos;
1.413 homens e 2.956 mulheres casos com mais de 80 anos.
No que diz respeito aos óbitos:

1 homem de 29 anos;
7 homens e 6 mulheres entre os 40 e os 49 anos;
28 homens e 12 mulheres entre os 50 e os 59 anos;
74 homens e 38 mulheres entre os 60 e os 69 anos;
141 homens e 102 mulheres entre os 70 e os 79 anos;
356 homens e 482 mulheres com mais de 80 anos.
Os dados da DGS precisam que o concelho de Lisboa é o que regista o maior número de casos de infeção pelo novo coronavírus (2.018), seguido por Vila Nova de Gaia (1.510), Porto (1.326) Matosinhos (1.242), Braga (1.173) e Gondomar (1.058).

DOIS RECLUSOS INFETADOS COM O CORONAVÍRUS
Dois reclusos testaram positivo ao novo coronavírus, depois de uma saída precária de curta duração. Quando regressaram à prisão, foram postos em isolamento profilático e apresentaram sintomas poucos dias depois.

Os reclusos estão agora internados no Hospital Prisional de Caxias.

Pin It

Angra do Heroísmo

Notícias Regionais

Ilha Terceira

Economia

Startups

Outras Notícias

Mundo

Cultura

Saúde

Sociedade

Motores

Motores