A Organização Mundial da Saúde classificou o surto do novo coronavírus, com origem na China, como uma emergência de saúde pública internacional.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) decidiu que o surto do novo coronavírus, com origem na China, constitui uma emergência de saúde pública internacional. São mais de 7.000 as pessoas infetadas com vírus, que foi detetado na cidade chinesa de Wuhan no final do ano passado e já provocou 170 mortes.

Aumenta para 170 número de mortos pelo coronavírus na China

“A única forma de ultrapassar o coronavírus é se todos os países trabalharem em conjunto num espírito de solidariedade e cooperação”, disse o diretor-geral da OMS, na conferência de imprensa. Tedros Ghebreyesus congratulou a resposta rápida e “sem precedentes” da China a este surto, reiterando que a OMS continua a ter confiança na capacidade do país de controlar o vírus.

No entanto, a “maior preocupação é o potencial de o vírus se espalhar a países com sistemas de saúde mais fracos, e que não estão bem preparados para lidar com o coronavírus”, explicou o diretor-geral da OMS. A maioria dos casos de infeção foi detetado na China, mas o vírus já chegou a vários países, nomeadamente a França, que foi o primeiro país europeu a detetar casos do novo coronavírus, Alemanha, Estados Unidos, Austrália e Japão.

Pin It

Angra do Heroísmo

Ilha Terceira

Notícias Regionais

Economia

Startups

Outras Notícias

Cultura

Saúde

Sociedade

Tecnologia

Motores

Tecnologia