Na maioria das vezes o colesterol alto não se manifesta através de sintomas evidentes. Desde a ocorrência de halitose a prisão de ventre, saiba como pode identificar os sinais mais subtis desta condição...

O colesterol é um lípido presente em todas as células do corpo. Ainda que muitos só o conheçam pelos seus efeitos nocivos para a saúde, de facto trata-se também de uma substância essencial para o funcionamento ideal do organismo. Apenas o colesterol alto é perigoso.

O fígado é responsável por secretar a maior parte, embora o colesterol também seja absorvido através do consumo de alguns alimentos que o contêm.

O colesterol é necessário para a formação dos ácidos biliares, responsáveis pela digestão das gorduras. Além disso, também intervém na produção de alguns hormonas e na saúde cardiovascular.

O problema é que, ainda que muitos órgãos necessitem do colesterol, a sua acumulação excessiva gera danos irreparáveis e, de fato, pode tornar-se num assassino potencial, contribuindo para o aparecimento de doenças cardíacas e de diabetes.

Como tal, é essencial saber identificar alguns sinais indicadores de que poderá estar a sofrer de colesterol alto:

1. Inflamação e dormência das extremidades

A inflamação e sensação de dormência das extremidades é um dos sintomas iniciais do colesterol alto.

Essa reação ocorre porque os lípidos acumulados impedem uma circulação adequada, diminuindo a transferência do oxigénio e dos nutrientes até os músculos.

2. Halitose

O mau hálito, conhecido como halitose, é um sinal muito comum nos pacientes que têm problemas de colesterol.

Já que o colesterol é segregado pelo fígado, a acumulação em excesso interfere no bom funcionamento do sistema digestivo, que se manifesta através de secura e odores desagradáveis na boca.

3. Sensação de peso e indigestão

Os desequilíbrios nos níveis do colesterol mau (LDL) podem provocar episódios de indigestão e de sensação de peso.

O excesso de lípidos no sangue e no fígado afeta o metabolismo. Por sua vez, isso impede um bom processo digestivo. Sobretudo ao ingerir alimentos com muita gordura.

4. Enjoos e dores de cabeça

À medida que o colesterol se deposita nas artérias, a circulação é prejudicada e a oxigenação celular é interrompida.

Isso se manifesta por meio de enjoos contínuos, perda de equilíbrio e fortes enxaquecas provocadas pela tensão.

5. Problemas oculares

O excesso de colesterol leva ao desenvolvimento de problemas na visão que, se não forem tratados a tempo, podem causar danos irreversíveis.

É comum que os pacientes apresentem uma secreção amarelada nos olhos, irritação e visão turva.

6. Prisão de ventre

A acumulação de lípidos nas artérias afeta as funções digestivas.

Tendo em conta que a mobilidade intestinal diminui, é frequente ocorrerem episódios de prisão de ventre.

Ainda que esse problema possa surgir devido a vários fatores, deve ter em mente que pode ser provocado devido aos valores elevados de colesterol.

Pin It

Angra do Heroísmo

Ilha Terceira

Notícias Regionais

Economia

Startups

Outras Notícias

Saúde

Sociedade

Tecnologia