Pelo quinto ano consecutivo a Câmara Municipal da Praia da Vitória foi, pelo quinto ano consecutivo, distinguida pelo Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis (OAFR), como “Autarquia + Familiarmente Responsável”, tendo em conta as políticas municipais de apoio às famílias e aos trabalhadores da Autarquia.

Tibério Dinis, Presidente do Município, manifesta o seu “profundo orgulho” pela receção de “mais esta distinção”, salientando que “a Câmara Municipal continuará a apostar em projetos e medidas que promovam a coexistência e a coesão social das nossas crianças, jovens e idosos, porque acreditamos que só assim poderemos proporcionar um maior bem-estar e a existência de mais famílias estáveis, saudáveis e funcionais”.

Aliás, acrescenta o edil, “no contexto que se vive, neste momento, é cada vez mais necessário estar alerta para os problemas e dificuldades das nossas famílias e trabalhar, diariamente, para encontrar respostas sólidas de apoio, algo que a Câmara Municipal da Praia da Vitória continua a e continuará a fazer”.

As medidas que contribuíram para a atribuição de mais esta distinção nacional relacionam-se com o apoio que as entidades integrantes do Grupo Municipal praiense conferem à maternidade e paternidade dos seus recursos humanos, bem como com a disponibilização de uma tarifa familiar nos serviços de água e saneamento e com o apoio às famílias com necessidades especiais, através dos projetos de Reabilitação na Comunidade, desenvolvidos pelo departamento da Solidariedade Social do Município.
Ao nível da educação e formação destacam-se as atividades lúdico-pedagógicas desenvolvidas em diversas áreas, o regime municipal de atribuição de bolsas de estudo a alunos que prossigam estudos superiores ou técnico-profissionais, incentivos à criação de estágios e a existência (única nos Açores) de uma rede de Creches e Centros de Atividades de Tempos Livres (CATL’s) que cobre todas as Freguesias do Concelho. No âmbito da habitação, o Município é distinguido por possuir uma política formal de apoio ao arrendamento, ao parque habitacional e à habitação degradada.

Segundo o OAFR, é também prática regular da Autarquia a promoção de eventos e atividades para melhorar os estilos de vida saudáveis, a existência de programas de diagnósticos familiares de saúde pública, promoção do envelhecimento ativo e iniciativas ao nível da saúde mental.
Esta foi a 12ª edição do Prémio “Autarquia + Familiarmente Responsável”, distinção de enorme visibilidade para os vários Municípios distinguidos. O OAFR pretende contribuir para que todas as autarquias de Portugal desenvolvam políticas transversais capazes de acolher e valorizar a Família, garantindo-lhes o pleno exercício das suas responsabilidades e competências, e prevenindo as situações de risco e vulnerabilidade.

Assim, a missão do observatório é promover, junto das autarquias, a partilha de conhecimento das necessidades e problemas das famílias, para a implementação de políticas que lhes deem resposta de forma abrangente, de modo a favorecer um tecido social coeso e que garanta a renovação geracional e a sustentabilidade territorial.

Pin It

Angra do Heroísmo

Ilha Terceira

Notícias Regionais

Startups

Economia

Outras Notícias

Mundo

Saúde

Sociedade

Motores

Motores

Tecnologia

Podcast