No âmbito do Prémio Município do Ano 2018, atribuído à Praia da Vitoria pelo projeto “Projeto de Restauro Ecológico e Conservação da Infraestrutura Verde Húmida Costeira da Praia Vitória”, o Município da Praia da Vitória marcou presença, no passado dia 24 de maio, em Arouca, na Conferência Geonatura.

A Vereadora da Câmara Municipal, Raquel Borges, participou na Conferência Nacional a convite da plataforma UM-Cidades, da Universidade do Minho, como reconhecimento pelo galardão nacional e o intuito de promover o trabalho desenvolvido ao nível da recuperação dos Pauis da Praia da Vitória, Belo Jardim e Pedreira no Cabo da Praia, assim como, transmitir a outros Municípios nacionais as boas práticas ambientais praticadas no concelho da Praia da Vitória.

Segundo Raquel Borges, vereadora com competência ambiental e no âmbito do projeto LIFE CWR, “é fundamental que possamos, enquanto Município, promover e valorizar o trabalho que tem sido desenvolvido no âmbito da Infraestrutura Verde Húmida Costeira da Praia da Vitória a nível nacional. Esta conferência permitiu que fossem abordadas concretamente as ações desenvolvidas no âmbito desta vertente, dignificando a riqueza de cada um dos Pauis que integram a Praia da Vitória”.

“É do conhecimento geral a diversidade existente nestes locais no que concerne à avifauna (106 espécies) e flora (114 espécies), pelo que, e no decorrer deste encontro, foi abordada a quantidade de diferentes espécies existentes. Neste sentido, destacamos as condições especiais existentes ao nível da observação de aves (birdwatching), um produto turístico essencial à dinamização da Praia da Vitória e da Ilha Terceira”, referiu a edil praiense.

“Até ao momento já foram desenvolvidas 113 ações de sensibilização para a importância dos Pauis da Praia da Vitória, atingindo um público de cerca de 9000 pessoas. Este é um número significativo na valorização da Infraestrutura Verde Húmida Costeira da Praia da Vitória”, disse.

“Continuamos a apostar na dinamização deste projeto, até porque este é essencial na dinamização local e na valorização das mais-valias locais, nomeadamente, ambientais e turísticas. O prémio “Município do Ano” que nos foi atribuído é o reconhecimento do excelente trabalho que tem sido desenvolvido. Gostaria de deixar o meu agradecimento a todos os técnicos que que se empenham diariamente para que este trabalho tenha continuidade”, acrescentou.

 

 

 

 

Tendo como objetivo central a interação com a sociedade, a plataforma UM-Cidades, da Universidade do Minho, promove anualmente uma Conferência nacional integrada na temática “Cidades e Territórios Inteligentes e Sustentáveis”. Neste sentido, decorreu de 22 a 24 de maio, em Arouca, o seminário sob o tema “Valorização do Território”, integrando na programação da Conferência Geonatura “Destinos de Natureza e Estilos de Vida Saudáveis”.

A sessão de encerramento, na qual a Vereadora da Autarquia praiense marcou presença, contou com a participação de Margarida Belém, presidente da Direção da AGA e também presidente da Câmara Municipal de Arouca; de José Rosa Dias, diretor da AVCOA – Centro de Formação de Associação de Escolas de Arouca, Vale de Cambra e Oliveira de Azeméis; assim como do coordenador do UM-Cidades, Paulo Pereira.

 

Pin It

Angra do Heroísmo

Ilha Terceira

Notícias Regionais

Economia

Startups

Outras Notícias

Saúde

Sociedade

Tecnologia