Tibério Dinis, Presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória, nas XII Jornadas Agrícolas da Praia da Vitória, que decorreram, este fim-de-semana, na freguesia da Agualva (onde se iniciaram exatamente há 12 anos), apelou ao dinamismo, frisou a importância social e económica da atividade, registou a juventude e o rejuvenescimento do setor, lamentou a ausência de participação da indústria nas Jornadas e manifestou esperança num futuro melhor, futuro que continuará a ter Jornadas Agrícolas na Praia da Vitória. 

“O setor do turismo está em crescimento, mas é o setor agrícola que empresta muito valor acrescentado a esta nova realidade económica das nossas ilhas. Sem qualquer dúvida as Jornadas Agrícolas são para continuar, alargando o seu espectro e trazendo mais gente”, afirmou o autarca praiense na sessão de encerramento do certame.

“Tenho confiança que daqui a um ano o setor estará melhor. Neste momento, o setor vive o contrassenso entre a qualidade da produção e as imposições da indústria, mas há esperança, até porque a indústria está a lançar novas produtos e porque está perspetivado o surgimento de uma nova indústria na ilha”, disse.

Tibério Dinis assegurou a continuação da organização das Jornadas (agradecendo a parceria com a Associação Agrícola da Ilha Terceira, a Associação de Jovens Agricultores Terceirenses e a cooperativa BioAzórica), e manifestou-se também esperançado “que a indústria se possa associar a este importante momento de debate sobre o principal setor de atividade da nossa ilha”.

“O futuro melhor do setor depende do contributo de todos e é também para isso que a Câmara Municipal da Praia da Vitória trabalha, assumindo até competências alargadas em áreas que não são do domínio das autarquias, como o abastecimento de água à lavoura, onde temos colaborado com o Governo Regional na melhoria das condições de trabalho dos agricultores”, prosseguiu.

O Presidente do Município praiense garantiu, por fim, que vai “continuar a trabalhar em parceria com o Governo Regional e com as associações de agricultores, pois o setor é fundamental para a nossa economia, porque independente da inovação, da criatividade e do crescimento de novos setores, precisamos sempre de um setor agrícola forte, porque marca a nossa dinâmica social e cultural, marca o ordenamento do nosso território, dá emprego e é o sustento de muitas e muitas famílias no concelho da Praia da Vitória”.

Governo apela ao fim  dos limites impostos à produção

José Élio Ventura, Diretor Regional da Agricultura, na sessão de encerramento considera as Jornadas Agrícolas da Praia da Vitória “uma excelente oportunidade para ouvir as inquietações do setor, recolher os seus mais válidos contributos, transpô-los para as decisões políticas do dia-a-dia, ou para as decisões estratégicas de curto, medio ou longo prazo”.

Noutra frente, destacou “a excelência da produção de leite na ilha Terceira”, salientando “a necessidade que os produtores sentem em produzir”, defendendo, em nome do Governo Regional, “a importância de acabarem os limites de produção”. 
No setor da carne apelou aos produtores para “apostarem mais na desmancha local, em vez da exportação em carcaça” e na agricultura biológica anunciou que, “em poucos dias, será aprovado o seu Plano Estratégico e o plano de ação”, revelando ainda que “o primeiro leite biológico da Terceira deverá chegar ao mercado já este ano”.

Pin It

Angra do Heroísmo

Ilha Terceira

Notícias Regionais

Economia

Startups

Outras Notícias

Cultura

Saúde

Sociedade

Tecnologia

Motores

Tecnologia