Corrida à Portuguesa com António Telles, João Telles Jr. e João Pamplona

Uma Corrida à Portuguesa, para “dar sempre preferência aos interesses locais”, que juntará António Telles, João Telles Jr. e João Pamplona, para lidarem curros de David Ribeiro Telles e Rego Botelho, e três grupos de forcados (Coruche, Tertúlia Tauromáquica Terceirense e Ramo Grande), compõem o cartel da Corrida das Festas da Praia, que se realizará a 5 de agosto, na Monumental Ilha Terceira.

Esta segunda-feira à noite, a Comissão Organizadora da Corrida deu a conhecer o cartaz e o cartel, numa conferência de imprensa onde o Presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória, Tibério Dinis, registou “a excelente gestão e grande rigor organizativo” da Tertúlia Tauromáquica Praiense e do Grupo de Forcados Amadores do Ramo Grande, entidades que, desde o ano passado, ficaram com a responsabilidade da concessão desta vertente das festividades praienses.

“Damos continuidade ao modelo implementado para a organização desta vertente das festas, implementado o ano passado, que deu frutos e bons resultados, através de um regime de concessão e de apoio da Câmara Municipal à Tertúlia Tauromáquica Praiense e ao Grupo de Forcados Amadores do Ramo Grande”, afirmou Tibério Dinis.
Para comprovar os bons resultados da gestão dos concessionários, no ano de arranque deste modelo organizativo, o Autarca salientou que, num orçamento total a rondar os 80 mil euros (só a Corrida de Praça), “o apoio da Câmara Municipal reduz-se este ano de 20 mil para 15 mil euros”, incluindo-se aqui toda a vertente taurina das festividades: a Corrida de Praça e as Touradas à Corda, cujo expoente máximo é a tourada do areal.

“Quer a Tertúlia Tauromáquica Praiense, quer o Grupo de Forcados Amadores do Ramo Grande, souberam assumir esta organização em toda a sua dimensão, desde a contratação dos participantes, à venda de bilheteira. O ano passado, ano de arranque deste modelo de concessão, o apoio do Município foi de 20 mil euros, mas feitos os necessários balanços, o apoio da Câmara Municipal será de 15 mil euros em 2019, pois a Tertúlia Tauromáquica Praiense e o Grupo de Forcados Amadores do Ramo Grande demonstraram uma excelente capacidade de gestão e muito rigor na organização deste evento”, frisou Tibério Dinis.

O edil aproveitou ainda a oportunidade para elogiar a afición local e, em particular, o Grupo de Forcados Amadores do Ramo Grande que, disse, “tem sido um dos maiores embaixadores do Concelho, embaixadores da nossa cultura taurina e da taurinidade que por aqui se vive”, felicitando também o Cabo do Grupo, Manuel Pires, pelos prémios e distinções que tem recebido.

Corrida com preferência pelos interesses locais

Já Filipe Pires, da Comissão da Corrida das Festas da Praia (grupo que junta Tertúlia Tauromáquica Praiense, Grupo de Forcados Amadores do Ramo Grande e Câmara Municipal da Praia da Vitória), apresentou o cartel, sublinhando as principais preocupações: “Tentamos montar um cartel que fosse atrativo a todos os níveis, dando sempre preferência aos interesses locais. Assim, este ano, como é habitual, vai realizar-se uma Corrida à Portuguesa, com 3 cavaleiros, 3 grupos de forcados e 2 ganadarias”.

O cartaz da Corrida das Festas da Praia, onde constam os nomes dos principiais intervenientes, é da autoria do artista terceirense André Pimentel, revelou a organização da corrida que colocará os bilhetes à venda a 3 e 4 de julho (a 3 de julho os bilhetes serão postos à venda nos locais habituais em Praia da Vitória e Angra do Heroísmo e a 4 de julho ficam também disponíveis em ticketline.sapo.pt). A organização regista que os bilhetes não sofrem qualquer atualização de preço, face ao ano passado.

Do cartel destaque óbvio para o regresso do “maestro” António Telles às arenas açorianas, celebrando os seus 35 anos de alternativa. Do ano passado, pela boa prestação alcançada, regressa à Monumental Ilha Terceira, João Telles Jr. – um dos mais jovens cavaleiros da Herdade da Torrinha. E para provar que “o que é nosso também é muito bom”, afirmou Filipe Pires, completa o leque de cavaleiros o terceirense João Pamplona, o mais novo cavaleiro da Quinta do Malhinha, “muito acarinhado pelo público, com um toureio emotivo e que chega facilmente às bancadas”.

O curro a lidar será constituído por 3 exemplares da conceituada ganadaria David Ribeiro Telles e por 3 com ferro Rego Botelho. Os seis touros sairão também em sorte a 3 grupos de forcados a quem competirá duas pegas cada. Cabeças de cartaz, os Amadores de Coruche (um dos mais conceituados grupos portugueses, com mais de 40 anos de história); o Grupo de Forcados Amadores da Tertúlia Tauromáquica Terceirense e o Grupo de Forcados Amadores do Ramo Grande o mais jovem grupo regional, mas que “tem vindo a escrever páginas bonitas na tauromaquia nacional e até fora de Portugal”.

Resta acrescentar que a filarmónica que irá abrilhantar a Corrida é a banda da Sociedade Recreio Lajense.

Pin It

Angra do Heroísmo

Ilha Terceira

Notícias Regionais

Economia

Startups

Outras Notícias

Saúde

Sociedade

Tecnologia